Busca

Escambo de Emoções

Trocas de experiências, histórias (reais ou não), desabafos, devaneios, sobre qualquer assunto que envolva as emoções do ser humano.

Aquele medo

Todos temos medo de algo.. Algumas pessoas vivem com medo.

Medo de andar na rua, medo de não ser aceito, medo do novo, medo de você mesmo. E nunca devemos julgar o medo do outro, pois só ele sabe o que passa.

Alguns medos são momentâneos enquanto outros são constantes. Fazer o que, a vida tem que seguir…

Dito isso, queria compartilhar sobre o meu medo. Que me consome ao ponto de me deixar irracional. E peço, não me julguem.

Continuar lendo “Aquele medo”

Chegou a hora de dizer Adeus!

Chegou aquele momento em que viver o presente não é mais o suficiente.

Independente dos sentimentos chegou o momento de querer mais e pra ter mais você precisa partir.

Dói.

A vontade é de sair correndo. É de querer que o outro pise na bola pra ser fácil.

Mas não é. Continuar lendo “Chegou a hora de dizer Adeus!”

Hoje!

Hoje acordei cansada de tudo.

Cansada de tentar encontrar sentido pras coisas.

Cansada de tentar entender.

Cansada de querer que os outros me entendam, sendo que muitas vezes nem eu mesma me entendo.

Hoje acordei com vontade de chutar o balde, de sair sem rumo, de dar a volta ao mundo, de só ficar embaixo das cobertas. Continuar lendo “Hoje!”

A cultura do estupro existe?

Ela tinha 10 anos. Era uma menina delicada, educada, feminina, tímida e infantil.

Era só uma criança que ainda brincava de boneca.

Adorava se arrumar sozinha. Sempre usava aquela amostrinha que tinha ganhado de batom rosa, usava arcos sempre enfeitados na cabeça e usar saia era sempre sua opção. Afinal quer coisa mais linda que uma saia rodada.

Adorava o movimento das saias enquanto andava, dançava e girava. Continuar lendo “A cultura do estupro existe?”

Vamos falar sobre preconceito?

Um dia desses eu estava passando pela rua e passou um casal de anões. Meu amigo olhou pra mim, apontou para eles e começou a fazer gestos de como eram fofos.

Nossa, que legal, certo?! Errado, muito errado!

Continuar lendo “Vamos falar sobre preconceito?”

Em que padrão você está?

Você já reparou que padrão é relativo? Isso vai depender da sua realidade, cultura, com quem se relaciona… E irá depender só de você em relação a como você reage a ele.

Claro, existem padrões mais fortes dentro de uma cultura. Mas se você estiver inserido num ambiente diferente volta a relatividade.

Continuar lendo “Em que padrão você está?”

Sobre competência

Esse será um texto curto e breve. Até porque acho que não preciso me delongar em um assunto que parecia tão óbvio ao meu ver.

Temer é o novo presidente interino. Nomeou 22 ministros homens, brancos e héteros.

É a primeira vez que isso acontece desde a ditadura militar. Na verdade é um retrocesso, porque o que víamos até então era o aumento da representatividade feminina e negra nesses cargos.

Continuar lendo “Sobre competência”

Sim ou não

Tanta conversa, muito whatsapp, um pouco de ligação

Umas mensagens sem respostas… Mas será que precisavam?

Muito carinho, um pouco de esquecimento

Muito toque, pouca distância

Muito uber, muita carona

Tanta comida, delivery e pipoca

Muito filme, mas também muita cerveja

Um pouco de choro, mas muita risada

Continuar lendo “Sim ou não”

Deixando de reclamar e seguindo em frente

Quis deixar o título no gerúndio porque acho que é um processo mesmo. Não consigo virar e falar: nunca mais vou reclamar na vida.

Consigo diminuir, porque reclamações em alguns momentos são até necessárias.

Só que sou uma pessoa reclamona. E quando entro na fase, ela pode durar bastante.

Continuar lendo “Deixando de reclamar e seguindo em frente”

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: